ARTIGOS E TUTORIAIS


            Google Livros


            Google Books (anteriormente conhecido como Google Book Search e Google Print, em português: Google Livros) é um serviço da empresa estadunidense Google que procura textos completos de livros que a Google escaneia, converte-o utilizando o reconhecimento ótico de caracteres, e armazena em seu banco de dados digital. O serviço foi anteriormente conhecido como Google Print quando fora introduzido na Feira do Livro de Frankfurt em outubro de 2004. Quando é introduzida uma palavra-chave no sistema de busca, até três resultados do índice do Google Books são disponibilizados sobre os resultados da pesquisa no serviço Google Web Search (google.com). Clicando em um resultado, o Google Books abre uma interface na qual o usuário pode visualizar páginas do livro bem como conteúdos relacionados à anúncios e ligações para o website da editora e do livreiro. Através de uma série de limitações de acesso e medidas de segurança, algumas baseadas na localização do usuário, a Google limita o número de páginas visualizáveis, na tentativa de prevenir-se da cópia do texto de materiais sob direitos autorais.

            O banco de dados do Google Books continua a crescer. O Google Books permite que obras de domínio público e outros materiais sem direitos autorais serem carregados em formato PDF. Para usuários que não se localizem nos Estados Unidos, entretanto, a Google tem de ter certeza que a obra em questão é realmente protegida por direitos autorais sob as leis locais. De acordo com um membro da Equipe de Suporte do Google Books, "um livro não ser de domínio público pode ser frequentemente uma questão jurídica delicada, nós erramos na parte do cuidado e deveríamos apresentar no máximo um pequeno trecho até determinarmos que o livro tenha entrado inteiramente em domínio público".

            A maioria dos livros são escaneados usando uma câmera Elphel 323 a um ritmo de 1 000 páginas por hora.

            A iniciativa foi aclamada pelo seu potencial de oferecer acesso sem precedentes para o que poderia tornar-se a maior coleção de escritos online de conhecimento humano e promover a democratização conhecimento, porém o serviço também foi criticado pelas violações de direitos autorais potenciais.


           Google Meu Negócio


            Google My Business, no original em inglês, é um conjunto de funcionalidades e ferramentas grátis que o Google disponibilizou com o objetivo de divulgar seu negócio e possibilitar a interação com seus clientes e demais interessados.

            Os principais beneficiados com o novo serviço são as pessoas que têm negócios locais, como lojas, escritórios etc.

            Algumas funcionalidades, como a exibição no mapa e o horário de funcionamento são perfeitas para esses negócios.

            Mas, mesmo para negócios online (como um blog, por exemplo), ele também pode ser interessante.

            Não se tratam de novas ferramentas. Todas elas já existiam antes, mas de forma solta.

            Com o Google Meu Negócio, fica mais simples utilizá-las, pois o acesso é todo feito a partir do endereço http://google.com/mybusiness.

            O que é possível fazer no Google Meu Negócio?
            A partir do Google Meu Negócio, você pode fazer as seguintes operações:
            Atualizar informações sobre seu negócio, para que apareçam nos resultados das buscas e nos mapas do Google;
            Criar uma página no Google+, onde você poderá compartilhar notícias e fotos sobre seu negócio;
            Receber comentários sobre seu negócio e respondê-los;
            Analisar informações estatísticas sobre as visitas que você recebe em sua página.
            Você pode realizar todas essas atividades tanto a partir do seu computador quanto do seu celular, através do aplicativo Google Meu Negócio disponível na Play Store.

            Como se inscrever no Google Meu Negócio?
            1. Acesse http://google.com/mybusiness.
            2. Clique no botão “Aparecer no Google”.
            3. Se for solicitado, entre com o e-mail e senha de sua conta do Google.
            4. Na caixa de busca, tente procurar pelo nome de sua empresa, para verificar se ela já está cadastrada. Caso não esteja, coloque o endereço completo e clique no botão de busca.
            5. Se ainda assim ela não for encontrada, clique na opção destaca abaixo:
            6. Preencha todas as informações solicitadas e clique em “Continuar”.
            7. Na próxima tela, marque a opção com um X e clique em “Continuar”.
            8. Clique na opção destacada. Apesar de informar que a confirmação será feita por e-mail, ela será feita por correspondência, no endereço indicado na inscrição.
            9. Clique no botão “Enviar cartão-postal”. Você receberá uma correspondência no endereço indicado, com instruções para confirmar o seu endereço físico.
            10. Clique no botão “Continuar”.
            11. Você verá uma tela de confirmação, como a abaixo. Você pode clicar no botão “Começar”, para ver as informações básicas sobre o serviço, ou clicar em “Pular tour”. Neste tutorial, clicarei em “Pular tour”.


            Keep


            É um serviço do Google para anotações lançado em 20 de março de 2013. O aplicativo permite a criação e acesso de notas (texto, áudio e vídeo) via celular ou via web e pode ser sincronizado com o Google Drive.

            O Google Keep é um aplicativo, disponível para celulares com Android, iPhone (iOS) e versão web, que ajuda usuários a organizarem suas anotações. O serviço é gratuito, permite misturar texto e áudio, traz recursos de tags e marcadores, deixa ordenar tudo por temas e colocar cores diferentes em cada nota. Além de uma ferramenta de busca em tempo real. Na lista abaixo, confira 10 dicas para usar o Google Keep em smartphones e computadores.

            1. Notas de áudio
            O aplicativo do Google Keep para celulares Android e iPhone (iOS), permite que o usuário grave uma nota de voz. Basta abrir o app, clicar no ícone do microfone na parte inferior direita da tela e gravar sua mensagem. Quando parar de falar, a gravação irá terminar automaticamente e uma nova tela aparecerá com o texto da sua mensagem e um arquivo de áudio — o app reescreve o que você falou no áudio. Em seguida, aparece uma página para você editar, colocando marcadores e título. Apesar dessa função não estar disponível para PC, a sua nota é sincronizada automaticamente com o site, para que você possa acessá-lo em sua área de trabalho.

            2. Transforme imagens em notas
            Para facilitar a vida do usuário, o aplicativo permite tirar uma foto de algum recado ou imagem com frases e, apertando um botão, o serviço transcreve o que está escrito. Funciona de uma maneira simples e economiza o tempo de quem precisa passar lembretes para o Google Keep.
            Clique no ícone de câmera e escolha entre tirar uma foto ou uma imagem que já está no seu celular. Se gostar da foto, aperte em "usar foto". Em seguida, clique em cima da imagem. Ela se abrirá e irá aparecer um ícone de três pontinhos ao lado direito, toque nele. Escolha a opção "capturar texto da imagem" e pronto. O app irá transcrever o que está escrito na foto. Faça as edições que desejar e sua nota estará pronta.

            3. Envie notas do Keep para outros aplicativos
            Algumas pessoas salvam o conteúdo de outros aplicativos de mensagens ou redes sociais no Keep para ver depois. O usuário também pode usar o app para redigir e-mails ou posts de mídia social e enviar direto para o lugar desejado. Para isso, selecione a nota, clique no ícone de três pontos no canto inferior direito e toque em "enviar". Agora, é só escolher o destino da sua anotação.

            4. Configure lembretes
            Se você escreveu alguma nota e precisa ser alertada sobre ela, o Keep pode te ajudar. Dentro do app existe a possibilidade de criar um lembrete. Basta selecionar a nota que deseja ser lembrado e clicar no ícone do dedo, na parte superior direita da tela. Em seguida, vai aparecer uma janela para você preencher a data, a hora e se deseja que o lembrete se repita.

            5. Crie desenhos
            Não é uma ferramenta muito elaborada, mas se você gosta de desenhar, o Keep tem uma função divertida para lhe ajudar. Selecione o ícone da caneta na parte inferior da tela do seu celular, escolha entre as três opções de lápis (um tem o traço mais grosso que o outro) e faça o seu desenho. Em seguida, você pode compartilhar com quem desejar, como mostra o item 3.

            6. Pesquise por uma nota
            Se você usa muito o Google Keep e acaba juntando várias notas, pode se perder na hora de procurar por uma especifica. Por isso, o app permite fazer uma pesquisa. Clique no ícone da lupa, no canto superior direito e digite o que procura — você pode escrever somente uma palavra ou a frase completa. O Keep irá achar todas as notas com aquela palavra, inclusive as imagens.

            7. Integração com Google Docs
            Também é possível integrar o Keep com o Google Docs e facilitar o seu trabalho. O app permite arrastar a anotação do Keep e soltar no Docs. Para fazer isso com o site do Google Keep, basta abrir o seu documento no Google Docs e clicar em "Ferramentas" na barra de menu. Em seguida, escolha a opção "Manter o bloco de notas".
            Uma barra lateral irá aparecer com todas as suas notas do Keep. Você pode ver a lista completa ou pesquisar a nota que você precisa. Depois de encontrá-la, arraste e solte a nota no seu documento.
            Mas se você estiver no aplicativo do Keep, selecione a nota que deseja enviar para o Docs, clique no menu de três pontos e toque em "Copiar para o Google Doc".

            8. Cores para classificar notas
            Para organizar suas anotações, o Keep permite separar as notas ou assuntos por cores, podendo dividí-las, também, entre tarefas, entregas e prazos. Basta ir na parte inferior da nota selecionada, ir no menu de três pontos e escolher entre várias cores para ajudá-lo a identificar, rapidamente, uma anotação.
            Coloque cores nas suas notas do Google Keep e melhore a organização do app — Foto: Reprodução/Camila PeresColoque cores nas suas notas do Google Keep e melhore a organização do app — Foto: Reprodução/Camila Peres
Coloque cores nas suas notas do Google Keep e melhore a organização do app — Foto: Reprodução/Camila Peres

            9. Arquivar x Excluir
            Está em dúvida entre arquivar ou excluir uma nota? Se você tem absoluta certeza de que não irá mais usar aquela determinada anotação, exclua. Mas se existe alguma dúvida, arquive. Ao arquivar uma nota, ela ficará em uma aba chamada "arquivar". Funciona como uma lixeira do computador. Se precisar daquele recado, basta clicar sobre ele.
            Quando desejar arquivar alguma nota, clica no ícone de pasta com uma seta para baixo e pronto. A anotação será arquivada.
            Para acessar as notas arquivadas, clique nas três linhas ao lado superior esquerdo, e escolha a opção "arquivar".
            Para excluir uma nota, clique na anotação que deseja apagar, toque nos três pontos ao lado inferior direito e escolha a opção "excluir".

            10. Atalhos
            Quem usa o Google Keep no PC, pode contar com a ajuda de alguns atalhos que facilitam o uso do programa.
·         C - Crie nova nota
·         O - Abra a nota selecionada
·         Enter - Edite uma nota selecionada
·         Esc - Feche uma nota aberta
·         J - Vá para a nota anterior
·         K - Vá para a próxima nota
·         N - Vá para o item da lista anterior
·         P - Vá para o próximo item da lista
·         Ctrl + g - Alternar entre a lista e a vista da grade
·         / - Pesquise
·         E - Arquive a nota selecionada
·         # - Exclua a nota selecionada


            Google Agenda


            É um serviço de agenda e calendário on-line oferecido gratuitamente pela empresa Google. Disponível em uma interface web, é possível adicionar, controlar eventos, compromissos, compartilhar a programação com outras pessoas, agregar à sua agenda diversas agendas públicas, entre outras funcionalidades.

            No ar desde 13 de abril de 2006, esteve em fase beta, ou seja, em versão teste, até Julho de 2009.

            Como a maioria dos serviços da Google, só pode acessá-lo quem tem uma conta no Google. Um endereço de email no Gmail é suficiente. Porém, qualquer outro endereço de email que tenha sido usado, por exemplo, para fazer login no Orkut também serve.


            Google Drive


            É um serviço de armazenamento e sincronização de arquivos que foi apresentado pela Google em 24 de abril de 2012. Google Drive abriga agora o Google Docs, um leque de aplicações de produtividade, que oferece a edição de documentos, folhas de cálculo, apresentações, e muito mais. O Google Drive é considerado uma "evolução natural" do Google Docs (uma vez ativado substitui a URL docs.google.com por drive.google.com). Rumores sobre o Google Drive começaram a circular no início de março de 2006 Com o lançamento do Google Drive, o Google aumentou o espaço de armazenamento do Gmail para 15 GB.

            O Google Drive baseia-se no conceito de computação em nuvem, pois o internauta poderá armazenar arquivos através deste serviço e acedê-los a partir de qualquer computador ou outros dispositivos compatíveis, desde que ligados à internet. Para além disso o Google Drive disponibiliza vários aplicativos via online, sem que esses programas estejam instalados no computador da pessoa que os utiliza.

            O Google Drive dá ao usuário 15 GB grátis de armazenamento no início. Um utilizador consegue espaço extra, que é compartilhado entre Picasa e Google Drive, que vai de 25 GB até 16TB pagando uma quantia mensal (2,49 dolares/mês ou menos de 2,00 euros/mês). Pode ser adquirido através da contratação de um plano de pagamento mensal.

            Em agosto de 2018, Google lançou o Google One para substituir planos não gratuitos do Google Drive.





Outros Artigos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário